Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

.: FAQ AUDESP - Auditoria Eletrônica de Órgãos Públicos :.

Busca:     Busca avançada
Navegar por categoria:


O sistema rejeitou o pacote transmitido com o arquivo XML do documento Mapa de Precatórios, com o erro "Os seguintes precatórios com saldo no exercício anterior não foram informados.". Mas esses precatórios já foram pagos. O que fazer?

Visualizações: 2261
Votos: 0
Verifique se há precatório informado na prestação realizada no ano anterior  com algum valor no campo Saldo Atualizado em 31/12 do Exercício Atual. Sendo assim, o sistema entende que o mesmo não foi quitado. Os precatórios não quitados no exercício anterior (com valor de saldo) devem ser informados novamente neste ano, com as suas atualizações.
Outros nesta categoria
document Ao tentar cadastrar os precatórios através do sistema por interação direta os botões de "Adicionar à lista", "Gravar" e "Concluir a prestação do documento" estão desabilitados. Qual pode ser o problema?
document Ao tentar digitar as informações de precatórios, só consigo incluir informaçãos nos primeiros campos, a partir do campo Valor Original do Precatório não deixa digitar.
document Os documentos "Mapa de Precatórios", "Relação de Contratos de Concessão e Permissão de Serviços Públicos", "Questionário de Contratos de Programa", "Questionário de Serviços de Saneamento Básico", "Questionário sobre Governança em Tecnologia - i-GOV" não estão disponíveis para prestação. Qual pode ser o problema?
document O arquivo XML do documento Mapa de Precatórios foi rejeitado com o seguinte erro impeditivo: "O valor informado para o campo Valor Atualizado em 31/12 do Exercício não está de acordo com os outros valores informados." Porém, o precatório é novo e não houve pagamento ou atualização, portanto, o XML enviado está correto, somente com o valor original e o valor atual do exercício preenchidos. Qual pode ser o problema?
document Gostaria de um esclarecimento sobre os precatórios. Em alguns casos, o mesmo precatório contém mais de um beneficiário. Neste caso, como deve ser tratado?



RSS